A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Imperador japonês Akihito: o Japão tem "remorsos" pela 2ª Guerra

Imperador japonês Akihito: o Japão tem "remorsos" pela 2ª Guerra
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

O Japão comemora a capitulação na Segunda Guerra Mundial. Foi há 72 anos, a 15 de agosto de 1945, que o imperador Hirohito se rendeu, pondo fim à sangrenta guerra do Pacífico.

“Agora olhamos para o passado com profundos remorsos. Que nunca mais se repitam as atrocidades da guerra”, declarou o imperador Akihito, filho de Hirohito.

Como manda o protocolo, o fim da guerra é assinalado com uma oferenda ao santuário Yasukuni, onde são homenageados os que morreram pela pátria.

As comemorações reuniram seis mil pessoas em Tóquio.