EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

Tempestade Harvey continua a fustigar o Texas

Tempestade Harvey continua a fustigar o Texas
Direitos de autor 
De  Nelson Pereira
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

A tempestade Harvey continua a provocar devastação, no sudeste do Texas. Centenas de residentes estão presos em casas e automóveis

PUBLICIDADE

A tempestade Harvey continua a provocar devastação e a ameaçar vidas humanas, no sudeste do Texas, depois de ter morto já pelo menos duas pessoas. Este domingo, as equipas de socorro enfrentam as enchentes, procurando resgatar centenas de residentes presos em casas e automóveis, enquanto a mais poderosa tempestade registada no território texano em mais de 50 anos, avança para o interior.

O xerife do condado de Harris, Ed Gonzalez, anunciou no Twitter que o número de mortos poderia aumentar, enquanto se espera confirmação para relatos de uma mulher e uma criança falecidas dentro de um veículo submerso na inter-estadual Interstate 10 perto de Houston.

Reports of several submerged vehicles on I-10 at Lathrop, one vehicle possibly has deceased female and child (unconfirmed) #Harvey

— Ed Gonzalez (@SheriffEd_HCSO) 27 de agosto de 2017

O aeroporto William P. Hobby de Houston cancelou todos os vôos no início do dia, confrontado com a inundação da pista.

As autoridades pediram aos residentes que não saiam às ruas de Houston e de outras cidades do sudeste do Texas.

A tempestade arrancou telhados, derrubou árvores, desencadeou tornados e inundações e privou de energia elétrica cerca de 230 mil pessoas no sábado à noite.

Harvey atingiu a costa do Texas na noite de sexta-feira com a intensidade de um furacão de categoria 4 (com ventos de 210 km por hora), mas passou mais tarde a tempestade tropical, com ventos de 110 km por hora, tornando-se a tempestade mais forte a atingir o estado norte-americano desde 1961.

A quantidade de água trazida pela tempestade poderá quebrar o recorde estabelecido há quase 40 anos, em Alvin, no Texas.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

"Idalia" fez quatro mortos e já deixou os EUA rumo ao Atlântico

Florida: Furacão Idalia transformou estradas em rios, mas não fez vítimas mortais

Furacão Idalia deixa casas submersas e 242 mil pessoas sem energia na Flórida