A lei laboral de Emmanuel Macron

A lei laboral de Emmanuel Macron
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Contestada pelos sindicatos e pela esquerda, a nova legislação deve entrar em vigor nas próximas semanas.

PUBLICIDADE

Reformar a lei laboral.

É esta a primeira grande empreitada de Emmanuel Macron, na presidência de França desde maio.

Contestada pelos sindicatos e pela esquerda, a nova legislação deve entrar em vigor nas próximas semanas.

Macron pretende ver a nova lei aprovada mediante decretos para evitar um longo processo de debate legislativo.

Macron faces first major street protests of his presidency https://t.co/4Ac9IRRSh8pic.twitter.com/VNJB12idPx

— FRANCE 24 (@FRANCE24) September 11, 2017

O Parlamento será consultado no fim do processo.

Entre os principais pontos de discórdia está a limitação das indemnizações que os trabalhadores podem receber em caso de despedimento abusivo, uma medida reclamada pelos patrões há anos; os grupos económicos internacionais poderão despedir ou encerrar unidades em França, justificando-se apenas com dificuldades no mercado nacional, mesmo apresentando lucros a nível global.

Existem, ainda, várias formas de acordos para aumentar o tempo de trabalho, baixar os salários ou permitir a mobilidade dos trabalhadores, em nome do aumento da competitividade

Emmanuel Macron está resoluto. Na semana passada, perante a ameaça de protesto feita pelos sindicatos, o presidente francês afirmou que não cede “aos preguiçosos, nem aos cínicos, nem aos radicais”.

As declarações do presidente foram recebidas com espanto. Os sindicatos prometem lutar contra a nova reforma laboral, assim como fizeram com a lei El Khomri, do Executivo de François Hollande, em 2016.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Polícia encontra mais de 60 quilos de canábis em casa de autarca francesa

Polícia francesa expulsa dezenas de migrantes de Paris a quase 100 dias dos Jogos Olímpicos

Encontrados restos mortais do pequeno Émile