Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

México entre furacões com Max ao mínimo

México entre furacões com Max ao mínimo
Tamanho do texto Aa Aa

O furacão Max continua a assolar o sul do México com ventos e chuvas fortes mesmo depois de ter perdido intensidade, da categoria 1 da escala de Saffir Simpson a tempestade tropical.

Os ventos, agora de 110 Km por hora percorrem os estados de Guerrero e Oaxaca, a zona que tinha sido já devastada na semana passada por um violento terramoto de 8.1 de magnitude.

As autoridades locais mantêm, no entanto, o alerta para inundações e deslizamentos de terras na zona, onde mais de 15 mil escolas foram encerradas a título preventivo.

No estado de Guerrero, onde se localizam as principais zonas turísticas do país, a tempestade provocou a queda de várias árvores, danificando diversos edifícios.

A passagem do Max coincide com a formação de uma nova tempestade no Pacífico, batizada Norma, que poderia tornar-se um novo furacão esta sexta-feira.

Desde o início do mês, que pelo menos 9 pessoas morreram no país na sequência da passagem do furacão Katia e da tempestade Lidia.

Noventa e oito pessoas tinham morrido em Oaxaca e Chiapas após o mais violento sismo registado no México em um século.