Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

Incêndios: Calamidade Pública a norte do Tejo

Incêndios: Calamidade Pública a norte do Tejo
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Domingo foi o pior dia do ano, a última noite a mais dramática, em termos de fogos, nas regiões centro e norte de Portugal, com 3700 bombeiros a combaterem as chamas. O número de mortos é já de mais de uma dezena e pode ainda aumentar.

O governo decretou estado de calamidade pública a norte do Tejo.

Segundo a Autoridade nacional de Proteção Civil são agora 19 os grandes incêndios que continuam ativos. Os de maiores dimensões lavram na Lousã, Alcobaça, Seia e Sertã. Na Lousã, distrito de Coimbra mais de seiscentos bombeiros estão no terreno.

O fogo chega também à Galiza, três pessoas morreram. Centenas de bombeiros e soldados têm estado envolvidos no combate aos incêndios. Segundo as autoridades espanholas, 17 deles são de origem criminosa.