Mais de 40 mortos por causa de incêndios florestais

Mais de 40 mortos por causa de incêndios florestais
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Ao longo dos próximos dias realizam-se em Portugal várias ações de protesto, organizadas através das redes sociais.

PUBLICIDADE

Ao rasto de destruição soma-se um rasto de morte. São já mais de 40 as vítimas mortais resultantes dos incêndios florestais que deflagraram no domingo passado em várias partes de Portugal.

Contam-se também mais de 70 feridos, de acordo com a adjunta do comando nacional da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC), Patrícia Gaspar.

A norte de Portugal, na Galiza, a chegada das chuvas contribuiu para conter o avanço dos incêndios na região, que ainda lavram e que consumiram milhares de hectares. Há registo de pelo menos quatro vítimas mortais.

Na segunda-feira, milhares de pessoas reuniram-se em protesto em cidades como Santiago de Compostela, Vigo e Ourense para contestar a política florestal da Junta da Galiza.

Ao longo dos próximos dias realizam-se também em Portugal várias ações de protesto, organizadas através das redes sociais.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Luís Montenegro atingido com tinta verde durante uma ação de campanha

Luís Montenegro atingido com tinta verde por ativistas do clima

Arrancou a campanha para as legislativas de 10 de março