Imperador do Japão deve deixar o trono em março de 2019

Imperador do Japão deve deixar o trono em março de 2019
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O sucessor do monarca japonês será o seu filho mais velho, o príncipe Naruhito, de 57 anos.

PUBLICIDADE

O imperador Akihito deverá abdicar do trono no Japão no final de março de 2019 e passar o testemunho ao seu filho, o príncipe Naruhito.

Esta poderá ser a primeira abdicação de um monarca japonês nos últimos 200 anos, depois de o parlamento ter aprovado em junho a lei que permite a Akihito deixar o poder a Naruhito, de 57 anos.

A informação da data de abdicação foi avançada esta sexta-feira pelo jornal Asahi, mas foi desmentida pelo governo, que referiu apenas continuar a discutir os detalhes da transição no trono.

Aos 83 anos, Akihito, que já foi operado ao coração, admitiu publicamente em 2016 o seu receio de que os problemas de saúde pudessem afetar o seu desempenho como imperador e abriu caminho para a mudança no império do ‘Sol Nascente’. O imperador ascendeu ao poder em 1989, depois da morte do pai, o imperador Hirohito, e é o único monarca reinante do mundo a deter o título de imperador.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Tribunal de Sapporo declara que negar casamento entre pessoas do mesmo sexo é inconstitucional

Foguetão Kairos explodiu segundos depois de ser iniciado o lançamento

Um pescador morreu e outros 24 foram resgatos no mar do Japão