EventsEventos
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Leilão de diamante angolano fica aquém das expectativas

Leilão de diamante angolano fica aquém das expectativas
Direitos de autor 
De  Nara Madeira
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Diamante angolano, de 163,4 quilates, leiloado por 25 milhões de euros, pela Christie’s.

PUBLICIDADE

Ficou aquém das expectativas a venda do diamante de 163,4 quilates angolano, leiloado pela Christie’s. A licitação começou nos mais de 17 milhões de euros e não foi além dos pouco mais de 25 milhões. A pedra preciosa transformada pela joalharia suíça De Grisogono, que tem como dono, de 70% do seu capital, o marido de Isabel dos Santos, a filha do ex-presidente de Angola. Um enorme diamante em bruto que deu origem a uma joia mais pequena, mas ainda assim, suficientemente grande para um diamante perfeito:

“É do tamanho de uma caixa de fósforo. Agora imagine uma caixa de fósforo que é um diamante, que é de cor D, o mais incolor que é possível ser, completamente impecável. Algo nunca antes visto”, explica Rahul Kadakia, da Christie’s.

O diamante, com 404 quilates, e que deu origem a esta joia, foi descoberto na mina do Lulo, explorada pela australiana Lucapa Diamond Company, e comprada pela joalharia suíça por cerca de 14 milhões de euros:

“Foi a maior pedra encontrada em Angola. Percebemos, imediatamente, que era impensável encontrar algo daquele tamanho, qualidade ou pureza em bruto”, explicou Fawaz Gruosi, um dos fundadores e criador da De Grisogono.

Partilhe esta notíciaComentários