"Carabinieri" libertam mulher escravizada durante dez anos

"Carabinieri" libertam mulher escravizada durante dez anos
Direitos de autor 
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Cidadã romena foi violada e espancada diariamente ao longo dos últimos dez anos

PUBLICIDADE

Uma operação stop de rotina em Gizzeria, no sul de Itália, terminou com o inferno vivido por uma cidadã romena nos últimos dez anos. Após testemunharem o comportamento estranho de uma criança, os “carabinieri” decidiram acompanhá-la a casa, onde descobriram que a sua mãe era mantida em cativeiro por um cidadão italiano de 50 anos de idade.

Ao longo da última década a mulher sofreu espancamentos e violações diárias, tendo dado à luz duas crianças. A vítima tinha chegado ao país com 19 anos de idade para cuidar da esposa do agressor mas a sua morte deixou-a à mercê do atacante.

Após a descoberta, o italiano foi detido e acusado de escravatura, abuso sexual e negligência familiar.

As autoridades encontram-se agora a investigar os serviços sociais e educativos da região para apurar como foi possível que uma situação semelhante se arrastasse durante dez anos.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Itália prepara-se para negociar com Bruxelas termos da trajetória do ajuste fiscal

Morreu o estilista Roberto Cavalli aos 83 anos

Greve em Itália após explosão mortal em central hidroelétrica