Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Fumo branco sobre capturas e quotas de pesca para 2018

Fumo branco sobre capturas e quotas de pesca para 2018
Tamanho do texto Aa Aa

Foram precisas mais de 20 horas, mas acabou por haver fumo branco na madrugada desta quarta-feira.

Em Bruxelas, os ministros das Pescas da União Europeia alcançaram um acordo sobre os totais admissíveis de capturas e quotas para o próximo ano.

A ministra do Mar, Ana Paula Vitorino, já se mostrou satisfeita com veredicto da maratona negocial, mas na prática, em Portugal, a captura de pescada terá uma quebra de 12%, metade da de carapau.

Para o território nacional, a quota mantém-se inalterada no caso do biqueirão, mas também para solhas, julianas, linguados e tamboris.

Os tetos para a pesca de raias sobem 15%, para os lagostins 13% e para areeiros 19%. Em relação à sardinha, quer Portugal quer Espanha conseguiram afastar uma possível proibição da pesca da espécie antes dos Estados-membros acertarem agulhas.