Última hora

Última hora

Mão biónica no Natal

Mão biónica no Natal
Tamanho do texto Aa Aa

Este ano, Cameron Millar vai ter um presente de Natal que nunca se atreveu a por na lista. Mas graças a uma campanha de crowdfunding e ao apoio de uma rádio local, o britânico de 10 anos de idade vai receber uma mão biónica, tal como uma das suas personagens preferidas

"Ele tem uma mão biónica e eu também vou ter. Vou-me sentir como o Luke Skywalker" refere Millar.

A prótese biónica é a primeira ser aprovada na Europa e nos Estados Unidos. Foi desenvolvida por uma empresa britânica e custa 11,300 euros.

"Funciona com recurso à leitura dos sinais emitidos pelos músculos, por isso, quando a prótese é colocada há pequenos sensores na entrada que recolhem pequenos sinais do músculo da pessoa" refere o CEO da Open Bionics.

Millar nasceu sem a mão direita, mas isso não o impediu de fazer o que gosta. Ao longo dos últimos 10 anos, apreendeu a contornar os obstáculos e a encontrar soluções. A mão biónica promete no entanto facilitar a vida deste britânico.

"Não posso fazer construções da Lego tão depressa como as outras pessoas e não posso tocar bateria" afirma Millar.

Limitações humanas que a tecnologia pode, agora, ajudar a ultrapassar.