Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

Likud quer anexação de colonatos na Cisjordânia

Likud quer anexação de colonatos na Cisjordânia
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

O partido do primeiro-ministro Benjamin Netanyahu, o Likud, pediu este domingo, que se efetive a anexação dos colonatos ocupados por israelitas, na Cisjordânia, e que fazem parte dos territórios palestinianos, e do futuro Estado da Palestina. Uma resolução aprovada por unanimidade mas que não é vinculativa.

"Agora, iremos promover esse direito e essa soberania, não o faremos através do nosso poder, vamos fazê-lo através da força do nosso direito histórico, do nosso direito religioso, moral, bíblico, chegou a hora de manifestar esse direito", afirmou Gilad Erdan, ministro para a Segurança Pública.

Netanyahu não esteve presente na reunão onde foi decidido o pedido de anexação, efetiva, dos colonatos por Israel.

As pretensões israelitas ganharam algum fôlego com a decisão de Donald Trump de mudar a embaixada dos EUA de Telavive para Jerusalém. Iniciativa criticada por grande parte da comunidade internacional que não concorda com a costrução de colonatos em territórios palestinianos. Cerca de 400 mil colonos e 2 milhões e 800 mil palestinianos vivem na Cisjordânia.