Última hora

Última hora

Erdogan repreende nato e prepara ataque na Siria

Em leitura:

Erdogan repreende nato e prepara ataque na Siria

Erdogan repreende nato e prepara ataque na Siria
@ Copyright :
Yasin Bulbul/Presidential Palace
Tamanho do texto Aa Aa

Com os meios militares a serem mobilizados para a fronteira com vista a uma ofensiva sobre os curdos sírios aliados dos Estados Unidos, o Presidente da Turquia apelou à Nato para reagir à intenção norte-americana de criar uma força de 30 mil homens sustentada nos curdos do YPG. E disse mesmo que Ancara está disposta a tudo para garantir a segurança do país.

"Eu também repreendi a NATO. Hey, Nato, vocês estão obrigados a tomarem uma atitude contra aqueles que assediam, violam as fronteiras dos vossos membros. O que é que fizeram até agora?", declarou o chefe de Estado numa reunião do partido em Ancara. 

A coligação internacional conduzida por Washington anunciou no domingo a criação de uma "Força de Segurança Fronteiriça", em parceria com combatentes curdos e árabes para evitar o ressurgimento do grupo estado islâmico.

O núcleo da força será constituído pelo YPG, uma milícia curda considerada pela Turquia uma extensão síria do PKK, organização que combate Ancara desde 1984.

Erdogan assegurou que a Turquia vai atacar em breve as forças curdas aliadas dos Estados Unidos no norte da Síria e advertiu que ninguém pode parar essa operação.