A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Inventor julgado por homicídio de jornalista

Inventor julgado por homicídio de jornalista
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Peter Madsen vai ser julgado pelo homicídio de Kim Wall. O inventor dinamarquês foi formalmente acusado esta terça-feira pela procuradoria de Copenhaga, que o considera responsável de "degolar ou estrangular" a jornalista sueca a bordo do submarino "Nautilus", que ele próprio fabricou.

Acusado de homicídio e profanação de cadáver, Madsen - que tinha convidado Wall para uma viagem a bordo do Nautilus em agosto de 2017 - afirma que a jornalista morreu acidentalmente no interior do submarino, quando ele estava no convés, embora tenha admitido desmembrar o corpo e atirá-lo para o mar, ao largo da Dinamarca.

O julgamento arranca a 8 de março e Madsen arrisca a prisão perpétua.