Aumento do preço dos transportes provoca desacatos nas ruas de São Paulo

REUTERS
REUTERS
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Governo quase dobrou preço do bilhete combinado na maior cidade do Brasil

PUBLICIDADE

Centenas de pessoas saíram às ruas em São Paulo, a maior cidade brasileira, para se manifestarem contra a medida do governo de aumentar o preço dos transportes públicos.

O governo aumentou as tarifas combinadas (metro, autocarro e elétrico) de R$ 3,80 (cerca de 1€) para R$ 6,80 (cerca de 1,80€). O preço teria sido congelado pelo representante da cidade, João Doria, medida entretanto ignorada pelo atual governador, Gerald Alckmin, em Dezembro de 2017.

A manifestação, convocada pelo MPL, Movimento Passe Livre, terminou em desacatos. 

O protesto, organizado, era suposto ser pacífico, com uma caminhada até à casa do ex-governante, João Doria. O protestos acabaram por ser interrompidos pela Polícia Militar, a qual teve de intervir. 

Além dos estragos incalculáveis, houve dezenas de detenções, incluindo as de três menores de idade. 

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Incêndio de grandes proporções em prédio no centro de São Paulo (em atualização)

Protesto pede justiça para adolescente morto em operação policial no Rio de Janeiro

Manifestação em São Paulo contra a proibição das drogas