Última hora
This content is not available in your region

Alerta máximo em Cabul após ataque talibã

Alerta máximo em Cabul após ataque talibã
Tamanho do texto Aa Aa

Em Cabul, o estado de alerta continua no nível máximo na sequência do atentado que fez mais de uma centena de mortos e cerca de 230 feridos. A explosão na capital afegã teve origem numa ambulância armadilhada junto a uma zona onde se situam embaixadas e edifícios governamentais. Os talibãs reivindicaram o ataque.

Um residente local dizia-nos que "o medo de um novo ataque é diário. É muito perigoso para qualquer pessoa. Já não é seguro viver no Afeganistão".

Numa jornada de luto nacional, muitos internautas levaram a revolta até às redes sociais, publicando mensagens com críticas vincadas à atuação das autoridades e exigindo ao governo a declaração de estado de emergência.

Foi o terceiro atentado no país no espaço de uma semana, após a irrupção de um grupo armado no Hotel Intercontinental em Cabul, que resultou em duas dezenas de mortos, e o ataque contra a ONG Save The Children, em Jalalabad.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.