Estados Unidos reforçam aposta no nuclear

Estados Unidos reforçam aposta no nuclear
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

A administração Trump quer atualizar o arsenal nuclear com o objetivo de responder ao desenvolvimento da capacidade nuclear da China e da Rússia

PUBLICIDADE

Modernizar o arsenal atual e desenvolver novas armas nucleares. É a estratégia da administração Trump que defende a necessidade de acabar com o "idealismo" de Barack Obama.

A nova política de armas nucleares norte-americana prevê o reforço do investimento em armamento para fazer face a potenciais ameaças como a Rússia e a China.

"Os Estados Unidos estão a trabalhar na redução de armas nucleares desde o final da Guerra Fria, mas o mundo está diferente desde a revisão da política de armas nucleares em 2010. Os desafios e a dinâmica atuais exigem ações que reforcem a dissuasão" refere Patrick M. Shanahano, vice-secretário da Defesa.

De acordo com a imprensa norte-americana, o Pentágono tem planos para desenvolver dois novos tipos de armas nucleares,

A nova política rompe com os esforços da administração Obama para reduzir o tamanho e o alcance do arsenal norte-americano.

A corrida às armas vai ao encontro da promessa feita por Donald Trump antes de chegar à Casa Branca, ou seja, a de expandir e de fortalecer a capacidade nuclear dos Estados Unidos.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Trump paga 175 milhões de dólares para evitar apreensão de bens em caso de fraude

Trump diz que não tem dinheiro para pagar caução de 454 milhões de dólares ao tribunal

Trump e Biden dominam "Super Terça-Feira", Nikki Haley venceu no Vermont