Última hora

Última hora

Adolescente vale primeiro ouro aos Estados Unidos em PyeongChang2018

Em leitura:

Adolescente vale primeiro ouro aos Estados Unidos em PyeongChang2018

Redmond Gerard "voa" para o lugar mais alto do pódio
@ Copyright :
REUTERS/Dylan Martinez
Tamanho do texto Aa Aa

O norte-americano Redmond Gerard tornou-se este domingo no segundo mais jovem a conquistar um ouro em Jogos Olímpicos de Inverno. O holandês Sven Kramer conquistou em PyeongChang2018 o terceiro título consecutivo nos 5.000 metros de patinagem de velocidade.

Aos 17 anos e 222 dias, Redmond Gerard, que deu o primeiro ouro aos Estados Unidos na Coreia do Sul, venceu a modalidade de 'slopestyle' de snowboard, sendo apenas batido em termos de precocidade pelo finlandês Toni Nieminen, campeão olímpico de saltos de esqui em grande trampolim em 1992, com 16 anos e 261 dias.

Gerard, primeiro campeão olímpico nascido nos anos 2000, terminou a prova com 87,16 pontos, à frente dos canadianos Max Parrot e Mark McMorris.

Também histórica foi a vitória de Sven Kramer nos 5.000 metros de patinagem de velocidade, tornando-se o primeiro patinador de velocidade a somar três títulos consecutivos na mesma prova.

Ao contrário dos 3.000 metros femininos, a Holanda não conseguiu o pleno no pódio, com Kramer a terminar a prova com 1,85 segundos de avanço sobre o canadiano Ted-Jan Bloemen e sobre o norueguês Sverre Lunde Pedersen.

No biatlo, a Alemanha somou o segundo título, com Arnd Peiffer a conquistar o ouro nos 10km sprint, depois de Laura Dahmeier ter vencido os 7,5km sprint no sábado.

Peiffer terminou a prova com 4,4 segundos de avanço sobre o checo Michal Krcmar e 7,7 sobre o italiano Dominik Windisch, com o francês Martin Forcaude, duas vezes campeão olímpico em Sochi2014, a ser a grande desilusão, ao terminar apenas no oitavo lugar.

No esquiatlo masculino (15km estilo livre + 15km estilo clássico), o pódio foi todo norueguês, com Simen Hegstad Krueger a vencer, à frente de Martin Johnsrud Sundby e Hans Christer Holund.

O austríaco David Gleirscher conquistou o ouro no luge individual, à frente do norte-americano Chris Mazdzer e do alemão Johannes Ludwig, sucedendo ao alemão Felix Loch, que tinha vencido os dois últimos dois títulos, mas que hoje ficou em quinto.

Na única final feminina do dia, a de esqui 'freestyle' em pista de bossas, Perrine Laffonte, de 19 anos, deu a primeira medalha à França, ficando à frente da canadiana Justine Dufour-Lapointe e da cazaque Yulia Galysheva.

Na tabela geral de medalhas, a Alemanha soma três de ouro, a Holanda duas e a Noruega uma. No somatório global, os norueguesas levam oito medalhas ao peito (quatro de prata e três de bronze), os holandeses têm cinco (duas de prata e uma de bronze) e os alemães tantas quantas os canadianos, quatro, sendo que apenas uma de bronze a somar aos ouros.