EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

Caso Maëlys: investigadores dão por terminadas as buscas

Caso Maëlys: investigadores dão por terminadas as buscas
Direitos de autor 
De  Euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O principal suspeito, um antigo militar francês, confessou ter assassinado a menor "acidentalmente"

PUBLICIDADE

O desaparecimento da lusodescendente de 9 anos mobilizou a sociedade francesa ao longo de quase meio ano. Um dia depois do principal suspeito ter confessado o crime e de ter indicado o local onde escondeu corpo, a Procuradoria de Grenoble dá por terminadas as buscas.

Esta quinta-feira, investigadores revelaram ter recuperado a "quase a totalidade" dos restos mortais de Maëlys de Araújo, vista pela última vez numa festa de casamento, no final de agosto de 2017.

As circunstâncias em que tudo aconteceu continuam a ser uma incógnita, mas o Procurador responsável pelo caso lembrou na conferência de imprensa, desta quarta-feira, que os pais podem, finalmente fazer o luto.

"Esta noite, os pais de Maëlys deixam de estar na ignorância porque sabem que a filha morreu, que foi assassinada e soubemos, há poucos minutos, que os restos mortais da criança foram encontrados" referiu o Procurador de Grenoble, Jean-Yves Coquillat.

Nordahl Lelandais, o principal suspeito, confessou ter assassinado a menor "acidentalmente", mas escusou-se a dar mais detalhes sobre o que se passou na noite de 26 para 27 de agosto.

O ex-militar francês, de 34 anos, é suspeito num outro caso, o homicídio de um soldado que desapareceu em abril do ano passado.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Autoridades francesas investigam salário do presidente do comité dos Jogos Olímpicos de Paris

Líder do Malawi pede investigação independente à morte do vice-presidente em acidente de aviação

Processo de António Costa desce do Supremo para o DCIAP