Última hora

Última hora

Autor do ataque na Flórida é um jovem de 19 anos

Em leitura:

Autor do ataque na Flórida é um jovem de 19 anos

Autor do ataque na Flórida é um jovem de 19 anos
@ Copyright :
reuters
Tamanho do texto Aa Aa

Nikolas Cruz, um jovem de 19 anos, já foi presente a tribunal e foi acusado formalmente como o autor do ataque que ocorreu esta quinta-feira numa escola secundária na cidade de Parkland, no estado da Flórida, nos EUA.

O jovem entrou dentro do edifício e começou a disparar sobre ex-colegas e funcionários. 

Do massacre resultaram 17 mortos e 14 feridos.

Nikolas já tinha sido identificado pela polícia como um "jovem perigoso", depois de ter tentado entrar com uma mochila suspeita num edifício.

A investigação que ainda está a decorrer revela que este jovem estaria envolvido no "White Nationalist Militia", um grupo de supremacia de pessoas brancas.

Reuters
Nikolas Cruz no tribunal Reuters

As autoridades acreditam que o jovem tenha deixado "avisos" nas redes sociais. 

Ainda não se sabem quais as motivações do ataque. As autoridades falam de "doença mental" mas a família do suspeito não acredita que essa tenha sido a causa, e "culpa" a morte da mãe de Nikolas Cruz como o "distúrbio" que terá causado este comportamento.

Depois do epi´sódio desta quarta-feira, Nikolas foi detido pelas autoridades depois de uma perseguição que durou 45 minutos.

O momento da detenção pode ser visto neste vídeo publicado na rede social Twitter:

Durante o ataque, muitos alunos esconderam-se em salas ou dentro de armários.

Horas depois da ação policial ter agido, começaram também a surgir vídeos nas redes sociais que mostram o pânico vivido dentro do edifício da escola.

A polícia federal revelou que ao investigar o histórico da internet do suspeito, encontrou "coisas muito perturbadoras", afirmou o chefe da polícia de Broward County, Scott Israel.

Um dos professores da escola atacada afirmou que há seis semanas todos os alunos tiveram uma formação específica para lidar com situações deste género.

Este ataque trata-se do sexto tiroteio ocorrido numa escola norte-americana este ano é já é o segundo mais mortal de sempre.