Última hora

Última hora

Madrid diz que licenciamento da mina de urânio não é certo

Em leitura:

Madrid diz que licenciamento da mina de urânio não é certo

Madrid diz que licenciamento da mina de urânio não é certo
Tamanho do texto Aa Aa

O licenciamento da mina de urânio, a céu aberto, em Retortillo, Salamanca, a cerca de 40 quilómetros da fronteira portuguesa não está garantido. É desta forma que Espanha responde a Portugal numa altura em muitos alertam para o impacto ambiental deste tipo de exploração em território nacional.

Na missiva enviada por Madrid, pode ler-se que "os procedimentos administrativos estão longe de estarem concluídos" e que o licenciamento "não pode ser dado por adquirido dada a complexidade jurídica e ambiental" do processo.

Uma delegação de deputados portugueses visitou o local esta segunda-feira. Pedro Soares, deputado do Bloco de Esquerda e presidente da Comissão de Ambiente não têm dúvidas sobre o impacto que esta mina teria em Portugal.

Na memória dos portugueses está ainda bem presente o caso de Almaraz. Pedro Soares diz que a posição do executivo liderado por António Costa vai ser determinante para a situação não se repita.

As críticas também se fazem ouvir do outro lado da fronteira. Em sinal de protesto contra a instalação e exploração da mina, a plataforma Stop Urânio convocou para o próximo sábado uma manifestação em Salamanca.