EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Pyongyang pode ter responsabilidade nas armas químicas sírias

Pyongyang pode ter responsabilidade nas armas químicas sírias
Direitos de autor 
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O New York Times diz que um relatório da ONU dá conta de que a Coreia do Norte vendeu componentes para armas químicas à Síria.

PUBLICIDADE

O New York Times diz que a Coreia do Norte pode ter fornecido materiais utilizados no fabrico de armas químicas, à Síria. O jornal norte-americano cita um relatório escrito por especialistas das Nações Unidas. A ONU não confirma, nem desmente, diz não saber do que se trata:

"Nós não temos o relatório. Não sei sequer quando foi publicado se é que foi. Penso que a mensagem é que todos os Estados-membros têm o dever e a responsabilidade de cumprir as sanções que estão em vigor", adiantou Stephane Dujarric, porta-voz do Secretário-geral da ONU.

De acordo com a publicação os especialistas que escreveram o documento, que analisa possíveis violações, por parte de Pyongyang, às sanções aprovadas pelo Conselho de Segurança das Nações Unidas, dizem que se trata de uma possibilidade já que não foram encontradas provas da existência, de facto, de uma cooperação entre os dois países no que diz respeito às armas químicas. Foram detetados mais de 40 envios de mercadoria, de Pyongyang para Damasco, entre 2012 e 2017, de materiais que podem ser utilizados na produção de armamento nuclear.

Partilhe esta notíciaComentários