EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

Renzi demite-se após desaire eleitoral

Renzi demite-se após desaire eleitoral
Direitos de autor 
De  Rodrigo Barbosa
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Líder demissionário do Partido Democrático diz que formação não fará pacto com "extremistas"

PUBLICIDADE

Confirmando as especulações, Matteo Renzi demitiu-se da liderança do Partido Democrático na sequência do fraco resultado da formação do primeiro-ministro cessante Paolo Gentiloni, nas eleições deste domingo em Itália. Renzi confirmou também que a formação ficará na oposição:

Renzi: Esta derrota obriga-nos a abrir uma nova página dentro do Partido Democrático. Dado o resultado, é óbvio que deixo de liderar o Partido Democrático. Sinto-me como o garante de um compromisso moral, político e cultural: dissemos, durante a campanha eleitoral, 'Não' a um governo com os extremistas, 'Não' a um governo dos extremistas. E não mudámos de ideias em 48 horas."

Quanto ao sucessor, Renzi precisou que será elegido num congresso do partido, que só será realizado depois da tomada de posse do próximo governo italiano.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

A pizza napolitana já tem três séculos e quem a faz diz que é a melhor

Meloni procura reforma constitucional para eleição direta do primeiro-ministro

Guerra na Ucrânia domina cimeira do G7 em Itália