Última hora

Última hora

"Estado da União": populismo em Itália e guerra comercial

Em leitura:

"Estado da União": populismo em Itália e guerra comercial

"Estado da União": populismo em Itália e guerra comercial
Tamanho do texto Aa Aa

Pela primeira vez, populistas de várias correntes políticas conquistaram, no seu conjunto, metade do eleitorado, enquanto que o centro político desabou.

Passou-se nas eleições legislativas em Itália, que fazem a abertura do “Estado da União”, programa que passa em revista a atualidade europeia da semana.

Na Alemanha, depois de meses de política ao estilo italiano, os membros do Partido Social Democrata votaram, esmagadoramente, a favor de uma nova grande coligação com os Democratas-Cristãos de Angela Merkel.

Neste programa destacamos, ainda, a decisão do Presidente dos EUA, Donald Trump, de aumentar as tarifas de importação de aço e alumínio.

Trump tenta vender a decisão como uma jogada inteligente contra a China, mas o problema é que apenas 3% das importações de aço do país provêm da China, pelo que o confronto será, em grande medida, com os aliados como o Canadá e a Europa.

A União Europeia atuou rapidamente e ameaçou aplicar tarifas sobre uma ampla gama de produtos, muitos deles fabricados em estados norte-americanos onde Trump tem um forte apoio.

Destaque na agenda da semana que vem:

- Segunda-feira, 12 de março: O Parlamento Europeu inicia a sessão plenária, em Estrasburgo. – Terça-feira, 13 de março: O Fórum Social Mundial reúne-se, em Salvador de Bahia (Brasil).