EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Frente Nacional debate crise existencial em congresso

Frente Nacional debate crise existencial em congresso
Direitos de autor 
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Um dos objetivos anunciados é o distanciamento definitivo de Jean-Marie Le Pen, cujo cargo de presidente honorário deverá ser extinto.

PUBLICIDADE

Ao fim de 46 anos de existência, a Frente Nacional questiona o caminho a seguir. O partido fundado por Jean-Marie Le Pen debate este fim de semana, num congresso em Lille, a mudança de nome e de rumo, após o desaire nas eleições presidenciais francesas e a controversa saída de membros da direção.

Um dos objetivos anunciados é o distanciamento definitivo de Jean-Marie Le Pen, cujo cargo de presidente honorário deverá ser extinto.

"Marine Le Pen diz que pretende mudar o nome da Frente Nacional. Para mim, é uma iniciativa suicidária, tanto em matéria comercial, como a nível político", declara o fundador.

A historiadora Valérie Igounet pergunta: "Mudar de nome significa o quê? Significa que a Frente Nacional quer concluir o processo de reabilitação para começar a refundar-se. Mas, para os observadores, trata-se apenas de uma operação cosmética"

O partido, cuja presidente recolheu mais de 10 milhões de votos na segunda volta das presidenciais, assistiu recentemente à saída de Florian Philippot, que criou um novo movimento chamado "Os Patriotas".

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Salvini diz que "Macron põe a Europa em perigo". Ventura pede votos para mudar a presidência da CE

Parlamento francês aprova nova lei de imigração mais restritiva

Extrema-direita define estratégia para as eleições europeias em Portugal