Última hora

Fico disposto a deixar cargo mas com condições

Fico disposto a deixar cargo mas com condições
Direitos de autor
REUTERS/Radovan Stoklasa
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Face à pressão nas ruas, o primeiro-ministro da Eslováquia, ofereceu demitir-se, como exige a oposição desde o assassinato do jornalista de investigação Jan Kuciak em fevereiro.

Robert Fico precisou, no entanto, condições para evitar eleições antecipadas e permitir a continuação da coligação tripartida no poder desde 2016. O líder social-democrata sublinhou que deverá ser o seu partido a apresentar o candidato para liderar o executivo.

Em conferência de imprensa, Fico disse que "as ambições de uma pessoa não devem ser mais importantes do que o destino de um país, que está ameaçado pelo caos".

As manifestações têm-se multiplicado nas últimas semanas, desde que Kuciak e a noiva foram assassinados a tiro, a 25 de fevereiro, quando o jornalista conduzia uma investigação sobre corrupção e supostas ligações entre políticos eslovacos e homens de negócios italianos com alegadas ligações à mafia da Calábria.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.