EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

Visita de Assad a Ghouta Oriental coincide com êxodo maciço

Visita de Assad a Ghouta Oriental coincide com êxodo maciço
Direitos de autor SANA/Handout via REUTERS
Direitos de autor SANA/Handout via REUTERS
De  Rodrigo Barbosa com Reuters / AFP
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Presidente s´írio confia na vitória iminente sobre o último grande bastião rebelde, palco de uma ofensiva que está a provocar uma grave situação humanitária

PUBLICIDADE

Confiante na vitória iminente sobre o último bastião rebelde perto de Damasco, o presidente sírio Bashar al-Assad visitou pela primeira vez em vários anos a área de Ghouta Oriental, palco de uma vasta ofensiva das forças do regime contra os insurgentes.

Assad felicitou as suas tropas por "salvarem" a capital, regularmente visada por projéteis provenientes do enclave rebelde. Em mais uma operação de propaganda cuidadosamente organizada pelo regime sírio, Assad encontrou-se também com civis que fogem do cenário dos combates.

Depois de um mês de intensa ofensiva terrestre e aérea, o Exército recuperou o controlo de mais de 80 por cento de Ghouta Oriental, mas à custa de um pesado balanço humanitário. Segundo o Observatório Sírio dos Direitos Humanos, os bombardeamentos da aviação síria mataram mais de 1400 civis, perto de 300 dos quais crianças. Nos últimos dias, mais de 65.000 pessoas fugiram dos setores rebeldes para escapar aos bombardeamentos e à morte.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Duas crianças entre os seis mortos após bombardeamentos de Assad em Idlib

Região rebelde de Idlib bombardeada após ataque em Homs

Ataque aéreo provoca várias vítimas mortais num mercado no noroeste da Síria