EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Polícia italiana detém mais cinco suspeitos de terrorismo

Operação "Mosaico"
Operação "Mosaico"
Direitos de autor 
De  Joao Duarte Ferreira
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

Quatro dos suspeitos de terrorismo são originários da Tunísia; o quinto detido é palestiniano.

PUBLICIDADE

A polícia italiana anunciou esta quinta-feira a detenção de cinco indivíduos suspeitos de ligação à rede de Anis Amra, o autor do massacre do mercado de Natal de Berlim, morto em Itália a 23 de dezembro de 2016.

A operação policial intitulada "Mosaico" decorreu na capital, Roma, e na localidade de Latina e é a mais recente operação do género desencadeada no último mês.

Foram detidos quatro tunisinos e um palestiniano.

As detenções coincidem com o aumento das expulsões do país de suspeitos extremistas islâmicos.

As investigações desencadeadas a partir dos registos do telemóvel do autor do massacre de Berlim levaram à detenção de mais suspeitos terroristas de norte a sul do país.

Segundo o ministro italiano do Interior, Marco Minniti, o número de extremistas que estão a tentar entrar na Europa tem vindo a aumentar.

Só este ano a Itália já expulsou 29 estrangeiros, na sua maioria muçulmanos.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Polícia italiana detém 12 membros da máfia siciliana

Imigração marca debate eleitoral em Itália

Castel Volturno, a cidade dos migrantes em Itália