Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

Comey diz que Trump é "moralmente inapto"

Comey diz que Trump é "moralmente inapto"
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

"Moralmente inapto" para dirigir os Estados Unidos. Palavras de James Comey, ex-diretor do FBI, sobre Donald Trump durante uma entrevista exclusiva à ABC.

Esta não é a primeira vez que o critica o presidente norte-americano. No livro "Uma lealdade mais elevada" que esta semana chega às bancas, Comey ataca o caráter de Trump, denuncia as pressões de que foi alvo e uma liderança "guiada pelo ego."

"Penso que em termos físicos está em condições de ser presidente, mas moralmente não. Quem fala e trata mulheres como um pedaço de carne, quem mente constantemente sobre questões mais e menos importantes e quer que as pessoas acreditem não tem, moralmente, condições para ser presidente dos Estados Unidos. O nosso presidente deve incorporar valores como o respeito e todos os outros que são fundamentais neste país, desde logo, a verdade, que é o mais importante" refere Comey.

Nomeado em 2013, pelo então presidente Barack Obama, Comey foi o homem escolhido para investigar as alegadas interferências da Rússia nas eleições presidenciais. Mas acabou por ser afastado por Donald Trump em maio de 2017.

Horas antes da entrevista à ABC, o inquilino de Casa Branca recorreu às redes sociais para dizer o que pensa sobre o autor do livro "Uma lealdade mais elevada"

"Nunca pedi a Comey lealdade pessoal. Mal conheço este tipo. É mais outra mentira. As suas memórias são falsas" escreve Trump que acusa, ainda, Comey de ter sido "o pior diretor do FBI na história."

O livro de Comey chega, esta terça-feira, às bancas nos Estados Unidos. As revelações sobre Donald Trump prometem fazer disparar as vendas daquele que é um dos livros mais aguardados do ano.