A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Alemanha e França acertam posições

Alemanha e França acertam posições
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Em resposta a uma pergunta dos jornalistas, acabou por ser o presidente francês a explicar a não participação da Alemanha no ataque conjunto da França, Reino Unido e Estados Unidos à Síria. "Era preciso um quadro constitucional que permitisse uma ação confidencial, sem ter de esperar por várias semanas de debate parlamentar. Foi essa a escolha de Theresa May e que ela assumiu para poder ser eficaz. Uma escolha que a Constituição alemã não permite, mas tivemos uma estreita coordenação com a chanceler e continuaremos a ter nesta questão", afirmou Emmanuel Macron.

Emmanuel Macron e Angela Merkel falaram também sobre a visita que vão fazer em breve, aos Estados Unidos. "Estamos numa época em que há diferenças, mas na minha perspetiva a aliança transatlântica é um grande tesouro, face a muitos desenvolvimentos não democráticos neste mundo, que também queremos alimentar e manter", disse Merkel.

O presidente francês pediu a Merkel para que haja solidariedade financeira entre os países europeus, embora tenha defendido que esta seja conjugada com a responsabilidade, tão cara à chanceler alemã.