A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Um tapete vermelho para Macron na América de Trump

Um tapete vermelho para Macron na América de Trump
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Donald Trump e Emmanuel Macron e as mulheres, Melania Trump e Brigitte Macron, foram até Mount Vernon, moradia histórica de George Washington.

A primeira visita oficial de Macron à América de Trump fica marcada por pompa e circunstância, no que se define como uma oportunidade única de aproximação entre os velhos aliados.

A visita oficial de três dias de Macron é dominada plas diferenças em temas como o acordo nuclear iraniano.

Trump deverá anunciar em breve se irá ou não por termo ao acordo.

Macron, por seu lado, avisa: não há segunda opção prevista para apaziguar as ambições nucleares de Teerão.

Espera-se muito desta visita. Se a visão do mundo do presidente Donald Trump não mudou mundo desde que venceu as eleições presidenciais, em novembro de 2016, a verdade é que parece querer ver a cidade luz com outros olhos.

Trump descreveu, mais do que uma vez, a capital francesa como "um refúgio para terroristas." Uma posição que mudou de tom depois de ter sido recebido em Paris pelo presidente Emmanuel Macron.

A visita de Trump, no passado mês de julho, incluiu um jantar na Torre Eiffel e um lugar VIP para assistir ao desfile da comemoração da Tomada da Bastilha.