EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Oposição arménia reivindica a "capitulação" do partido no poder

Oposição arménia reivindica a "capitulação" do partido no poder
Direitos de autor 
De  Nelson Pereira
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Oposição arm´énia mantém protestos nas ruas de Ierevan, exigindo que o partido de Sarkissian entregue o poder

PUBLICIDADE

Na Arménia, o movimento de protesto continua, apesar da demissão do primeiro ministro Serge Sarkissian.

A oposição, liderada por Nikol Pachinian, não aceita que o poder continue nas mãos do partido de Sarkissian, o Partido Republicano, que tem maioria no parlamento e portanto grandes chances de manter o controlo do governo.

É este o cenáro que os manifestantes que bloquearam o centro da capital, Ierevan, querem impedir.

"Se for necessário, bloquearemos todas as ruas de Ierevan. É preciso que o mundo inteiro saiba que não estamos contra a polícia, eles vêm do povo, são também nossos irmãos. Faremos tudo para que o Partido Republicano deixe o parlamento", disse David Sasbandyan, um estudante.

Entretanto, a Rússia emerge como mediadora: membros do governo deslocaram-se a Moscovo e o líder da oposição foi recebido na embaixada russa em Ierevan.

Um comunicado da missão diplomática russa chamou os organizadores das manifestações a encetarem um diálogo construtivo com as restantes forças políticas.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Protestos pelos reféns em Telavive degeneram em confrontos com a polícia

Turistas retidos na Nova Caledónia começam a ser evacuados. Independentistas apelam aos protestos

Forças de segurança francesas tentam retomar o controlo da principal autoestrada da Nova Caledónia