EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Real Madrid quer quebrar invencibilidade do Barcelona esta noite

Conferência de imprensa de Zinedine Zidane antes do jogo com o Barcelona
Conferência de imprensa de Zinedine Zidane antes do jogo com o Barcelona
Direitos de autor 
De  Ricardo Borges de Carvalho
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Catalães já garantiram o título da Liga espanhola, mas a equipa de Cristiano Ronaldo quer "salvar a honra" e vencer o clássico de hoje em Camp Nou. Será o último Barça-Real da carreira de Andrés Iniesta.

PUBLICIDADE

Os catalães não têm lesionados. Iniesta recuperou de uma lesão na perna direita e deverá jogar o último dos 38 clássicos da carreira.

Apesar de já ter garantido o título, o treinador do Barcelona, Ernesto Valverde, quer derrotar os eternos rivais e tentar terminar a época sem derrotas no campeonato.

"Um clássico é um clássico, é um jogo importante na temporada. Felizmente para nós já somos campeões, mas há muitos incentivos para que esqueçamos isso, pelo que o jogo significa para os nossos adeptos e para os adeptos do Real Madrid."

A tradição da "Guarda de Honra" à entrada dos campeões no relvado, desta vez não vai acontecer em Camp Nou.

Zidane diz que não se trata de falta de respeito, apenas retribuir o gesto que os jogadores do Barcelona não tiveram quando o Real Madrid venceu o Mundial de Clubes, em Dezembro.

"Não vamos fazer guarda de honra porque eles não fizeram, mas respeito-os porque o mais importante é respeitar o que fez o Barcelona que foi ganhar a liga, que para mim é o mais difícil, o mais complicado, o mais bonito. Ganharam e felicito o Barcelona e isto é respeito."

Para o encontro desta noite, Zinedine Zidane não vai poder contar com os lesionados Isco e Dani Carvajal.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Controvérsia estala na digressão do Barcelona pelos Estados Unidos

Solskjaer despedido no "Man United" e lista de sucessores cresce

Zidane deixa o Real Madrid pela segunda vez