EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Síria acusa Israel de bombardear base militar

Imagens divulgadas pela televisão estatal da Síria
Imagens divulgadas pela televisão estatal da Síria Direitos de autor REUTERS/SATRBC
Direitos de autor REUTERS/SATRBC
De  Teresa Bizarro
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

É já vista como a primeira consequência no terreno do discurso de Donald Trump. O governo de Telavive não comenta, mas subiu o nível de alerta no país, reabriu os abrigos e chamou os reservistas.

PUBLICIDADE

A Síria responsabiliza Israel pelo bombardeamento desta terça-feira a uma base militar a sul de Damasco.

O alvo terão sido baterias de defesa anti-aérea - uma informação da televisão estatal que mostrou imagens do que disse ser um ataque perto de Al Kiswah, uma cidade conhecida por ter várias bases militares, incluindo uma estrutura iraniana.

Não há para já resposta oficial de Israel, mas o governo de Telavive subiu o nível de alerta, reabriu os abrigos e mobilizou reservistas logo após o discurso do presidente norte-americano Donald Trump, declarando o fim do acordo nuclear com o Irão.

Uma decisão que o governo israelita aplaude, não escondendo receios de um agravamento das tensões no médio oriente.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

ONU: Catástrofe humanitária no sudoeste da Síria

Donald Trump decide e o mundo reage

EUA saem do acordo nuclear e o mundo reage