Regulamento Geral sobre a Proteção de Dados (GDPR): as empresas estão preparadas?

Regulamento Geral sobre a Proteção de Dados (GDPR): as empresas estão preparadas?
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Muitas das start-ups baseadas no campus de Silicon Allee em Berlim mostram alguma preocupação com a nova lei e os seus efeitos.

PUBLICIDADE

Relativamente à nova regulamentação sobre a proteção de dados pessoais, a questão é se as empresas de tecnologia na Europa estão preparadas para a mudança. 

Muitas das start-ups baseadas no campus de Silicon Allee em Berlim mostram alguma preocupação com a nova lei e os seus efeitos. Muitas destas empresas recolhem e processam dados pessoais para poderem personalizar os produtos e serviços que oferecem. Alguns dos profissionais dizem que este processo de personalização poderá ser afetado pela nova lei restringindo o acesso a informações pessoais e também poderá afetar o desenvolvimento da inteligência artificial.

As consequências para a inovação não são claras. A regulamentação poderá revelar-se o pretexto para abrir novo caminho no processo empresarial e de personalização de produtos mas, por outro lado, as empresas terão que enfrentar a concorrência das empresas baseadas fora do espaço europeu, nos Estados Unidos e na Ásia, que não são afetadas pelo Regulamento Geral sobre a Proteção de Dados (GDPR). 

No entanto, a grande maioria dos profissionais consideram que a nova lei é um desenvolvimento positivo, já que devolve o controle de dados pessoais aos seus titulares, e esperam que abra um precedente para outros países.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Racismo institucional e proteção de dados na mira dos comissários europeus

Funeral de Navalny: tributos por toda a Europa

Alemanha vai colocar 5.000 soldados na Lituânia