Última hora

Última hora

Franceses contestam nas ruas reformas de Macron

Em leitura:

Franceses contestam nas ruas reformas de Macron

Manifestação em Paris contra políticas de Macron
@ Copyright :
REUTERS/GONZALO FUENTES
Tamanho do texto Aa Aa

Mais de 30 mil pessoas manifestaram-se este sábado nas ruas de Paris contra as políticas do Presidente Emannuel Macron.

O protesto foi convocado por cerca de 60 associações, sindicatos e partidos políticos.

O Chefe de Estado diz que as reformas são necessárias porque o país não tem dinheiro para manter o atual nível de despesa. Os sindicatos alegam que o corte nos impostos aos mais ricos aprovado por Macron, significou uma perda de 4,5 mil milhões de euros de receita fiscal que poderia ser investida no setor público.

A manifestação na capital ficou também marcada por algumas breves escaramuças com a polícia a usar gás lacrimógeneo para dispersar os manifestantes.

À margem do protesto, as autoridades detiveram cerca de 40 pessoas por posse de armas, rebelião ou por integrarem grupos que se preparavam para agir de forma violenta.

Manifestações que se estenderam a todo os país. Em Lyon, o protesto nas ruas serviu também para uma demonstração anti-nazi. Os manifestantes usaram tochas mas não provocaram danos ou desacatos.

Segundo os sindicatos, mais de 200 mil pessoas participaram nos protestos que decorreram em 190 cidades de França.