Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Serena Williams desiste de Roland Garros

Serena Williams desiste de Roland Garros
Direitos de autor
REUTERS/Benoit Tessier
Tamanho do texto Aa Aa

A tenista norte-americana Serena Williams, de 36 anos, desistiu esta segunda-feira de Roland Garros devido a problemas físicos.

Este era o primeiro Grand Slam que a antiga número um do mundo, que ocupa atualmente o 451º posto na hierarquia feminina mundial, disputava desde o Open da Austrália de 2017, tendo parado entretanto a sua carreira para ser mãe.

“Infelizmente tenho tido alguns problemas com o musculo peitoral direito e tem piorado. Neste momento não consigo servir e torna-se muito difícil jogar com esta limitação física", declarou a recordista de títulos do Grand Slam em conferência de imprensa.

A saída de Serena Williams do torneio aconteceu antes do jogo dos oitavos de final contra a russa Maria Sharapova, que acabou assim por garantir o apuramento sem precisar de entrar no 'court'. "É muito difícil porque adoro jogar com a Maria [Sharapova]. É um jogo que me motiva sempre e estou muito desapontada, mas, prometi a mim mesma que não jogaria se não estivesse pelo menos a 50%", frisou a tricampeã de Roland Garros (2002, 2013 e 2015).

Nos 'quartos está já também a romena Simona Halep, atual líder do ranking mundial, após vencer a belga Elise Mertens (16.ª do mundo) em dois 'sets', por 6-2 e 6-1.

A romena, que procura ainda o seu primeiro triunfo num 'major', precisou apenas de 59 minutos para se impor nesta ronda da prova.

Já a número dois do mundo, a dinamarquesa Caroline Wozniacki, foi eliminada nos oitavos de final pela russa Daria Kasatkina, que venceu com os parciais de 7-6 e 6-3, ao fim de uma hora e 57 minutos.

Paralelamente, a francesa Caroline Garcia, de 24 anos, acabou com as aspirações do seu país em vencer o seu maior torneio de ténis, ao cair diante da alemã Angelique Kerber em dois sets, com esclarecedores 6-2 e 6-3.

Quanto ao quadro masculino, Rafael Nadal continua a ditar a sua lei na terra batida e está nos quartos de final depois de superar o alemão Maximilian Marterer com os parciais de 6-2, 6-3 e 7-6, mantendo-se assim na rota de um 11º título em Roland Garros.

O tenista espanhol ainda não cedeu qualquer set no torneio e vai agora defrontar o argentino Diego Schwartzmann, 11.º cabeça de série, que afastou o sul-africano Kevin Anderson, sexto, por 1-6, 2-6, 7-5, 7-6 (7-0) e 6-2.

Por sua vez, o croata Marin Cilic superou uma autêntica batalha contra o italiano Fabio Fognini, precisando de ir a cinco 'sets' para alcançar o triunfo com os parciais de 6-4, 6-1, 3-6, 6-7 e 6-3.

O argentino Juan Martin del Potro voltou a exibir-se ao melhor nível e derrotou John Isner com um triplo 6-4.