Última hora

Última hora

Serena Williams desiste de Roland Garros

Em leitura:

Serena Williams desiste de Roland Garros

Serena Williams desiste de Roland Garros
@ Copyright :
REUTERS/Benoit Tessier
Tamanho do texto Aa Aa

A tenista norte-americana Serena Williams, de 36 anos, desistiu esta segunda-feira de Roland Garros devido a problemas físicos.

Este era o primeiro Grand Slam que a antiga número um do mundo, que ocupa atualmente o 451º posto na hierarquia feminina mundial, disputava desde o Open da Austrália de 2017, tendo parado entretanto a sua carreira para ser mãe.

“Infelizmente tenho tido alguns problemas com o musculo peitoral direito e tem piorado. Neste momento não consigo servir e torna-se muito difícil jogar com esta limitação física", declarou a recordista de títulos do Grand Slam em conferência de imprensa.

A saída de Serena Williams do torneio aconteceu antes do jogo dos oitavos de final contra a russa Maria Sharapova, que acabou assim por garantir o apuramento sem precisar de entrar no 'court'. "É muito difícil porque adoro jogar com a Maria [Sharapova]. É um jogo que me motiva sempre e estou muito desapontada, mas, prometi a mim mesma que não jogaria se não estivesse pelo menos a 50%", frisou a tricampeã de Roland Garros (2002, 2013 e 2015).

Nos 'quartos está já também a romena Simona Halep, atual líder do ranking mundial, após vencer a belga Elise Mertens (16.ª do mundo) em dois 'sets', por 6-2 e 6-1.

A romena, que procura ainda o seu primeiro triunfo num 'major', precisou apenas de 59 minutos para se impor nesta ronda da prova.

Já a número dois do mundo, a dinamarquesa Caroline Wozniacki, foi eliminada nos oitavos de final pela russa Daria Kasatkina, que venceu com os parciais de 7-6 e 6-3, ao fim de uma hora e 57 minutos.

Paralelamente, a francesa Caroline Garcia, de 24 anos, acabou com as aspirações do seu país em vencer o seu maior torneio de ténis, ao cair diante da alemã Angelique Kerber em dois sets, com esclarecedores 6-2 e 6-3.

Quanto ao quadro masculino, Rafael Nadal continua a ditar a sua lei na terra batida e está nos quartos de final depois de superar o alemão Maximilian Marterer com os parciais de 6-2, 6-3 e 7-6, mantendo-se assim na rota de um 11º título em Roland Garros.

O tenista espanhol ainda não cedeu qualquer set no torneio e vai agora defrontar o argentino Diego Schwartzmann, 11.º cabeça de série, que afastou o sul-africano Kevin Anderson, sexto, por 1-6, 2-6, 7-5, 7-6 (7-0) e 6-2.

Por sua vez, o croata Marin Cilic superou uma autêntica batalha contra o italiano Fabio Fognini, precisando de ir a cinco 'sets' para alcançar o triunfo com os parciais de 6-4, 6-1, 3-6, 6-7 e 6-3.

O argentino Juan Martin del Potro voltou a exibir-se ao melhor nível e derrotou John Isner com um triplo 6-4.