Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

EUA mantêm sanções sobre a Coreia do Norte

Assessora de imprensa da Casa Branca Sarah Huckabee Sanders
Assessora de imprensa da Casa Branca Sarah Huckabee Sanders
Tamanho do texto Aa Aa

A apenas uma semana da cimeira entre o presidente norte-americano, Donald Trump, e o seu homólogo norte-coreano, Kim Jong Un marcada para Singapura, a Casa Branca anunciou que vai manter as sanções sobre a Coreia do Norte.

"Vamos continuar a concentrar-nos na desnuclearização"

Sarah Huckabee Sanders Assessora de imprensa, Casa Branca

A assessora de imprensa da Casa Branca confirmou oficialmente esta terça-feira que o encontro vai ter lugar a partir das 9 da manhã, no dia 12 de junho.

"Vamos concentrar-nos no encontro entre o Presidente e Kim Jong Un; o presidente vai expor os seus pontos de vista diretamente quando estiver em Singapura. Vamos continuar a concentrar-nos na desnuclearização", disse Sarah Huckabee Sanders.

Mas não é apenas a Casa Branca que se está a preparar.

A Agência Internacional de Energia Atómica, AIEA, afirma estar preparada para retomar as atividades de verificação na Coreia do Norte.

"Estamos preparados para agir com prontidão e desempenhar um papel essencial na verificação do programa nuclear da Coreia do Norte caso se alcance um acordo ao nível político", afirmou o diretor-geral da agência da ONU, Yukiya Amano.

Entretanto, num sinal de mudança eminente, o líder norte-coreano afastou três figuras de topo da hierarquia militar, um gesto visto como uma tentativa para reforçar o controlo interno num período considerado como crítico para o país.