Última hora

Última hora

Grécia e Macedónia assinam o acordo histórico sobre nome da antiga república Jugoslava

Em leitura:

Grécia e Macedónia assinam o acordo histórico sobre nome da antiga república Jugoslava

Grécia e Macedónia assinam o acordo histórico sobre nome da antiga república Jugoslava
@ Copyright :
REUTERS/Alkis Konstantinidis
Tamanho do texto Aa Aa

Grécia e Macedónia assinam o acordo histórico que visa alterar o nome da antiga república Jugoslava para "República da Macedónia do Norte".

O acordo foi firmado, este domingo, pelos ministros dos Negócios Estrangeiros dos dois países nas margens do Lago Prespes, na fronteira entre Grécia, Albânia e Macedónia e, ainda, pelo mediador especial das Nações Unidas, Matthew Nimetz. Presentes estiveram Alexis Tsipras e Zoran Zaev.

O acordo resolve quase três décadas de discussões sobre o nome e remove um obstáculo à tentativa de Skopje em se unir à União Europeia e à NATO.

"Para fechar este acordo, foi preciso muita luta e esforços incansáveis. Este acordo é benéfico para todos. Este é um acordo que respeita integralmente os princípios e valores básicos dos dois lados", diz o Primeiro-ministro da Grécia, Alexis Tsipras.

"Hoje colocamos um ponto final na disputa de um ano que levantou uma barreira e abalou a relação amigável de dois países vizinhos", afirma o Primeiro-ministro da Macedónia, Zoran Zaev.

O acordo provocou várias manifestações nos dois países. No sábado, enquanto os deputados debatiam uma moção de censura, várias manifestantes tentaram entrar no parlamento e foram afastados pelas autoridades com gás lacrimogéneo.

Este domingo, voltou a haver confrontos entre gregos e a polícia na aldeia de Pisoderi, a 15 quilómetros do local onde a cerimónia decorria. A imprensa local diz que oito pessoas ficaram feridas.

Nikoletta Kritikou, Euronews:

Este é o nosso encontro com a História, disse Alexis Tsipras pouco antes da assinar o acordo. Zoran Zaev respondeu com uma máxima de Aristóteles, que diz que sem coragem nada se alcança. 25 anos de discussões terminam com este acordo. Abre-se agora um novo e complicado capítulo com a ratificação e implementação do acordo.