Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

Festival Internacional de Música Gnaoua ilumina Marrocos

Festival Internacional de Música Gnaoua
Festival Internacional de Música Gnaoua
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

O Festival Internacional de Música Gnaoua reuniu na cidade marroquina de Essaouira cerca de meio milhão de amantes da tradição musical Gnaoua.

"O festival é também uma ocasião que cria nesta cidade uma ponte cultural"

Neila Tazi Diretora do Festival Internacional de Música Gnawa

O festival celebra a música Gnaoua que se encontra na raíz de estilos celebrados como o Jazz, Blues, R&B e Rock & Roll.

Entre os destaques da vigésima primeira edição do festival contou-se a colaboração entre o grupo norte-americano de jazz de fusão Snarky Puppet com o reconhecido mestre Gnaoua, Hamid El Kasri.

O lder do grupo norte-americano afirma que esta colaboração foi um momento único.

"Ele ensinou-nos tanto, a todos na banda... estamos todos fascinados com a música Gnawa, aprender e crescer com esta experiência tem sido maravilhoso", afirmou Michael League, dos Snarky Puppy.

Outro momento alto foi a colaboração entre o grupo originário do Benin, Benin International Musical, com o jovem mestre Gnaoua Hassan Boussou.

A diretora do festival Neila Tazi adianta que "todos os músicos originários de países com tradição musical africana encontram neste festival e na música Gnaoua as suas raízes.
O festival é também uma ocasião que cria nesta cidade uma ponte cultural entre as várias tradições".

Pela primeira vez na história do festival uma mulher atuou em palco. A marroquina Asma Hamzaoui tocou com o maliano Fatoumate Diawara.

O repórter da euronews Wolfgang Spindler marcou presença no evento e afirma "num mundo em que muitos rejeitam quem vem de África, este festival prova a imensa criatividade que resulta das colaborações entre músicos de todo o mundo. E se funciona para a música, também pode funcionar em outras áreas".