A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Trabalhadores da Europa do Sul escolhem República Checa

Trabalhadores da Europa do Sul escolhem República Checa
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Na República Checa está a aumentar o número de trabalhadores que chegam da Europa do Sul.

A imprensa checa sublinha que Itália está no topo da lista e que o número de trabalhadores espanhóis e portugueses triplicou na última década.

Uma situação explicada pelas altas taxas de desemprego dos últimos anos na Europa do Sul e pelo facto do país registar a mais baixa taxa de desemprego da Europa.

Segundo a Câmara de Comércio checa, faltam trezentos mil funcionários para as empresas nacionais. O porta-voz do organismo revelou que atualmente existem cerca de 3.500 italianos, 1.900 espanhóis, 1.000 gregos e 700 portugueses empregados nas empresas do país.

A capital, Praga é a cidade onde se concentra a maioria destes trabalhadores.