EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Que impacto esperar da entrevista de Trump ao "The Sun"?

Que impacto esperar da entrevista de Trump ao "The Sun"?
Direitos de autor 
De  Pedro Sacadura
Publicado a Últimas notícias
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

A Euronews falou com Jack Blanchard, editor no jornal "Político." Horas antes da divulgação da entrevista o Presidente dos EUA foi recebido pela primeira-ministra britânica numa cerimónia com pompa e circunstância

PUBLICIDADE

As declarações "amargas" que constam da entrevista de Donald Trump ao tablóide "The Sun" correram mundo.

Jack Blanchard, editor do jornal "Politico", falou à Euronews do potencial devastador das palavras do Presidente dos EUA para a primeira-ministra britânica Theresa May: "Não é tão invulgar para Trump, mas é bastante invulgar para os padrões normais. É preciso lembrar que não se trata de um líder comum. Trata-se do maior aliado do Reino Unido e interferir na política doméstica desta forma, de uma maneira hostil, coloca, de certo modo, pressão sobre a primeira-ministra britânica, enfraquecendo-a. Apoiar Boris Johnson, um dos principais rivais políticos de Theresa May, que se demitiu, é algo sem precedentes. [...] Especula-se que os defensores do 'Brexit' no Reino Unido têm estado em contacto para conseguir que Trump falasse sobre isto. Colocaram-se perguntas sobre Nigel Farage. Especula-se que deputados conservadores são próximos do círculo pessoal. Não sabemos como tudo surgiu, mas o impacto é extraordinário"

Esta sexta-feira Donald Trump visita Sandhurst onde deverá encontrar-se com Theresa May.

A porta-voz da Casa Branca, Sarah Sanders, tentou colocar água na fervura. Disse que Trump "respeita bastante" May e sublinhou que na entrevista ao "The Sun" referiu que a primeira-ministra "é uma boa pessoa."

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Milhares de túmulos iluminados não deixam apagar a memória do Dia D

Biden anuncia restrições aos pedidos de asilo para "controlar a fronteira" com o México

Afinal, Nigel Farage vai concorrer às eleições no Reino Unido