Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Google pode regressar à China

Google pode regressar à China
Tamanho do texto Aa Aa

A Google poderá regressar à China em breve.

Informações vindas a público na quarta-feira indicam que estaria em curso um projeto com vista a lançar uma versão do motor de busca que bloqueia alguns sites e palavras.

De recordar que a Google abandonou o mercado chinês há oito anos devido a questões relacionadas com censura.

As notícias surgem numa altura em que crescem as tensões comerciais entre Pequim e Washington.

As autoridades chinesas estão igualmente a aumentar a pressão e escrutíneo sobre empresas como o Facebook e a Apple.

A versão do motor de busca bloqueia termos relacionados com direitos humanos, democracia, religião e manifestações pacíficas, entre outros.