Última hora
This content is not available in your region

Menor taxa de desemprego em Julho em Espanha

Menor taxa de desemprego em Julho em Espanha
Tamanho do texto Aa Aa

O verão e o emprego sazonal estão a impulsionar o mercado de trabalho espanhol.

Em julho, o número de inscritos a Segurança Social já tinha atingido o nível anterior à queda do Lehman Brothers. A época de verão impulsionou as empresas a contratarem mais e o desemprego continua a cair.

No mês passado, o número de desempregados desceu: uma queda que representa mais de 27 mil pessoas, fazendo um total 3,1 milhões.

No mesmo período, foram criados 35.819 novos postos de trabalho, elevando o número de contribuintes para mais de 19 milhões, o número máximo desde agosto de 2008.

A maior parte dos postos de trabalho foi criada no setor de saúde (49.056 novos empregos) para preencher as vagas de verão, seguida pelo Comércio, (com 42.615 novos empregos), e o setor da Hotelaria, (com outros 33.504)- que lidera a criação de emprego nos últimos meses.

A Galiza e a Catalunha são as regiões autónomas que lideram este aumento do emprego, enquanto Madrid e a Andaluzia estão a sofrer uma queda devido à perda de postos de trabalho no setor da agricultura.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.