A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Espia russa identificada em embaixada dos EUA em Moscovo

Espia russa identificada em embaixada dos EUA em Moscovo
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Investigadores norte-americanos de contraespionagem identificaram uma espia que trabalhava na embaixada norte-americana em Moscovo.

A alegada espia, de nacionalidade russa, teria trabalhado na embaixada durante uma década antes de ser identificada em 2016 e afastada no ano passado.

As investigações revelaram que a espia teria sido contratada pelos serviços secretos norte-americanos e teria levado a cabo encontros frequentes e não autorizados com a agência russa de espionagem, FSB.

Segundo informações agora divulgadas, a funcionária teria acesso aos sistemas de intranet e email dos Serviços Secretos mas não tinha acesso às informações mais sensíveis.

Em 2017 a funcionária foi afastada das suas funções quando a Rússia ordenou a expulsão de 750 funcionários da embaixada norte-americana durante a crise diplomática que se seguiu às alegações de que Moscovo teria interferido nas eleições presidenciais norte-americanas de 2016.