Sábado foi o dia mais quente dos últimos 18 anos em Portugal

Sábado foi o dia mais quente dos últimos 18 anos em Portugal
De  Ricardo Borges de Carvalho com LUSA
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

Termómetros em várias localidades ultrapassaram os 45º celsius, sendo a temperatura máxima regista em Alvega, no Ribatejo, com 46,8º. Lisboa chegou aos 44º celsius, um máximo histórico na capital.

PUBLICIDADE

Sábado foi o dia mais quente dos últimos 18 anos em Portugal.

Em Alvega, no Ribatejo, os termómetros chegaram aos 46,8 graus celsius, mas a média das temperaturas máximas em todo o país foi de 41,6 graus, algo que Portugal nunca tinha vivido neste milénio.

Lisboa registou um novo máximo histórico de 44 graus celsius, que obrigaram residentes e turistas a refrescarem-se em fontes ou no rio Tejo.

As temperaturas elevadas vão começar a baixar a partir desta segunda-feira.

A onda de calor afetou também Espanha.

Em Madrid, com ventoinhas portáteis, leques ou muita água, os turistas tentavam combater o ar quente que custava mesmo a respirar.

Os restaurantes acabavam por ser uma boa alternativa para estar umas horas à sombra e conseguir um pouco de ar fresco.

Temperaturas elevadas que fizeram pelo menos três mortos na semana passada, em Espanha.

Uma onda de calor que afetou a Península Ibérica e que foi provocada por uma massa de ar quente vinda do norte de África.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Calor e incêndios não dão tréguas em Portugal

Calor recorde em Portugal e Espanha

Polícia revê para nove número de mortos no incêndio em Valência