Última hora
This content is not available in your region

Fim de semana de protestos na Roménia

Fim de semana de protestos na Roménia
Tamanho do texto Aa Aa

Os protestos contra o governo da Roménia continuaram durante todo o fim de semana, no centro de Bucareste.

No domingo, milhares de pessoas voltaram a concentrar-se na Praça Vitoria. Para além das exigências de demissão do governo e eleições antecipadas, os romenos protestam agora também contra a repressão policial de que foram alvo os manifestantes na passada sexta-feira.

Há um ano e meio que milhares de romenos protestam nas ruas contra a corrupção e a reforma da justiça levada a cabo pelo governo social democrata.

Um manifestante acusa: "Eles estão a fazer leis para eles próprios. Para nós, é muito claro que estão a tentar escapar à prisão".

Os detratores da reforma afirmam que a lei ameaça a independência dos magistrados e permite aos responsáveis políticos escapar à justiça. A reforma tem sido criticada pelas instituições europeias.

Na passada sexta-feira, a polícia utilizou gás lacrimogénio, granadas e canhões de água contra os manifestantes. 455 pessoas ficaram feridas; 91 foram hospitalizadas.

As últimas manifestações foram organizadas por romenos da diáspora e por famílias que querem melhoria das condições de vida para que os filhos emigrados possam regressar ao país.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.