Última hora
This content is not available in your region

Funerais de Estado em Génova

euronews_icons_loading
Funerais de Estado em Génova
Tamanho do texto Aa Aa

19 vítimas da queda da Ponte Morandi, em Génova, tiveram este sábado um funeral de Estado que mobilizou toda a cidade e contou com a presença do primeiro-ministro e do Presidente da República de Itália.

São agora pelo menos 43, as vítimais mortais da queda da Ponte Morandi.

"A queda da ponte Morandi, sobre o Polcevera, rasgou o coração de Génova. A profunda ferida é causada sobretudo pela enorme dor pelos que perderam a vida ou estão desaparecidos. Pe los seus familiares, pelos feridos e pelos que ficaram sem casa," disse o Cardeal Angelo Bagnasco, Arcebispo de Génova.

Uma cerimónia ecuménica transmitida em direto pelas televisões italianas..

19 famílias preferiram homenagens privadas. Nápoles já tinha acolhido, sexta-feira, os primeiros quatro funerais das vítimas do colapso da Ponte Morandi.