Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Trump teme "armadilha de perjúrio"

Trump teme "armadilha de perjúrio"
Tamanho do texto Aa Aa

O Presidente dos Estados Unidos diz estar preocupado com o que chama de "armadilha de perjúrio", caso aceite testemunhar no âmbito da investigação sobre a alegada interferência russa nas presidenciais de 2016.

Numa entrevista exclusiva à Reuters, na Casa Branca, Donal Trump afirmou que receia uma comparação entre as suas declarações e as de outras testemunhas, falando especificamente no depoimento do antigo diretor do FBI. Trump não esclareceu se vai ou não testemunhar diante do procurador Robert Mueller.

Na entrevista à agência de notícias britânica, o presidente revelou que deve voltar a encontrar-se com o líder norte-coreano, criticou a Reserva Federal por subir as taxas de juro e acusou a União Europeia e a China de manipularem as suas moedas para ganharem vantagem cambial.