Última hora

Última hora

Cohen declara-se culpado e arrasta Trump

Em leitura:

Cohen declara-se culpado e arrasta Trump

Cohen declara-se culpado e arrasta Trump
@ Copyright :
Reuters
Tamanho do texto Aa Aa

Já se diz que este é o pior momento da presidência de Trump.

Norman Eisen, antigo conselheiro de Obama sobre Ética e Reforma do Governo

O antigo advogado pessoal do presidente norte-americano, declarou-se culpado de 8 crimes financeiros. Michael Cohen inclui no rol o suborno, em 2016, de duas mulheres que ameaçavam tornar públicos os relacionamentos que teriam tido com o então candidato. Diz que recebeu ordem de Trump para "comprar o silêncio" das mulheres e com isso influenciar a eleição.

Horas antes, Paul Manafort, o seu antigo presidente da campanha, tinha sido condenado também por oito crimes financeiros.

Primeira vitória para a investigação ao alegado envolvimento da Rússia no desfecho das eleições.

Uma caça às bruxas, para Trump. Foi o que disse à chegada à Virgínia para um comício. O presidente dos Estados Unidos quis distanciar-se, mas ainda teve tempo de dizer que esta condenação já não tinha nada a ver com a Rússia.

A equipa de advogados de Trump tem admitido nos últimos meses que as acusações a Michael Cohen podem ser mais prejudiciais ao presidente norte-americano que a investigação sobre interferência russa.

Com palavras certeiras, o advogado implica agora o presidente norte-americano num dos crimes de que se declarou culpado.